Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Conversa de Homens

Existe um novo paradigma de masculinidade. O Homem Deixou de ser um parvalhão, passou a ser uma pessoa!

Existe um novo paradigma de masculinidade. O Homem Deixou de ser um parvalhão, passou a ser uma pessoa!

Qual o atributo que mais atrai os homens?

 

É polémico. Num grupo de homens, se lhes for pedido para responderem em simultâneo à pergunta: o que mais gostam numa mulher? Haverá diversas respostas diferentes.

 

Uns dirão que são as mamas, outros o traseiro, mas também há os mais românticos (ou já experientes, que sabem o que responder), que dizem olhos, mãos, boca... No final de alguma troca de ideias, todos acabarão por concordar que o que mais gostam é, da mulher! A natureza orientou-nos dessa forma, a bem da sobrevivência da espécie.

 

As mulheres são uma perdição. São um pouco como as flores, cheias de atributos para atrair as abelhas que pairam à sua volta. Gostam de ser o centro das atenções. Nós, homens, gostamos que elas gostem de ser!

 

Gostamos de olhar para as outras, mas odiamos que olhem para a "nossa" mulher. Uns olham mais descaradamente, outros olham de soslaio, fazem de conta que não estão a ver nada. Qual de vocês se reconhece neste filme?

 

- "Estás a olhar para onde?", pergunta ela.

- "Eu? Para lado nenhum", responde ele.

- "Estavas a olhar as mamas daquela loira?", replica ela (peço desculpa pelo esterótipo, eu até prefiro as morenas).

- "Qual loira?", disfarça ele!

 

Um diálogo transversal e universal. Na verdade, ele está a olhar, já viu e apreciou. Mas ela também. Elas olham mais do que nós. Avaliam a concorrência. Gostam de ser o centro das atenções, mesmo quando estão (bem) acompanhadas.

Uma mulher consegue fulminar um homem apenas com um olhar.

Essa é uma das razões porque se produzem tanto quando se trata de uma festa, de um local onde se prevê que vão estar reunidos muitos exemplares. Faz parte! E a noite corre melhor, quando elas sentem a confiança de ter suplantado a concorrência. 

 

Depois, temos o filme do lado oposto, quando algum marmanjo decide olhar para o nosso pedaço de céu. Aí, está tudo estragado. Principalmente se notamos que ela fica lisonjeada com o olhar. Pior ainda quando tenta desvalorizar o facto, que estamos a ver mal...

 

Mas voltando ao tema central desta conversa, e sem falar daquilo que os homens gostam numa mulher com quem querem passar o resto da vida, são os atributos físicos os que chamam a atenção. Há os que gostam de volume, os que preferem ter pouco onde pegar.

 

Vou deixar de fora opiniões pessoais. É óbvio que quando um grupo de homens está reunido, e passa uma fêmea com um belo traseiro, os comentários focam-se todos nesse aspeto. Vá, depois derivam os comentários para as mamocas, pernas, e chegam a ser discutidos os pormenores. Há sempre o garanhão que ignora qualquer outro aspeto e delira logo com aquilo que faria, recorrendo a gestos com a mão. Normalmente é aquele que tem uma grande garganta mas toca pouco na "chicha".

 

Mas a cara de uma mulher continua a ser um excelente cartão de visita. Pela cara, pelos olhos, pela forma como está tratada, a mulher transmite confiança. "Matas-me com o teu olhar", não surgiu por acaso. Uma mulher consegue fulminar um homem apenas com um olhar. Consegue transmitir horas de imaginação com um fugaz segundo. É o diabo na terra! E isso é algo que pode deixar o homem a pensar durante horas, dias a fio.

 

É a imaginação do homem aguçada ao limite por uma das armas mais poderosas do sexo oposto. Afinal, a natureza não brinca em serviço. A ciência até permite que através de plásticas se altere o nariz, as mamas, o rabo... mas os olhos, esses, são para a vida!

 

PS- A foto é de uma adepta holandesa, durante o Mundial 2010.

 

 

17 comentários

Comentar post

Pág. 1/2