Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Conversa de Homens

Existe um novo paradigma de masculinidade. O Homem Deixou de ser um parvalhão, passou a ser uma pessoa!

Existe um novo paradigma de masculinidade. O Homem Deixou de ser um parvalhão, passou a ser uma pessoa!

O estilo de mulher que mais atrai o sexo oposto

O estilo de mulher que mais atrai o sexo oposto

O estilo é algo que vai desde a forma como nos vestimos até à própria personalidade. Por vezes, gostamos da mesma coisa e só a encontramos num local. Ou, pelo menos, assim a vemos. Por isso, quando perguntam a um homem qual o estilo de mulher que preferem, a resposta nem sempre, quase nunca, é óbvia.

 

Da cor de cabelo ao desenho do corpo. Cada um terá as suas preferências e alguns nem sabem bem o que querem. E ainda bem que existem gostos para todos os estilos porque nós não somos feitos a partir de um molde de perfeição. Somos humanos, homens e mulheres, e como espécie temos hábitos muito semelhantes, apesar de muitas vezes o tentarmos negar.

 

A natureza não deixa nada ao acaso. Se determinada mulher, ou homem, fica sozinho ao longo da vida, haverá outras razões a apontar. O estilo não será uma condicionante pois, apesar de não ser fácil, é possível encontrar alguém com quem nos ligamos. E por aqui vamos dar à conversa da alma gémea, e dos milhares de mulheres e homens que até agora continuam nesta busca "desesperada". É uma outra conversa!

 

Por isso, quando tentamos perceber o que mais gostamos numa mulher, nós, homens, acabamos sempre por cair nos mesmos clichés. A beleza do corpo é, quase sempre, aquilo que todos realçam quando confrontados com o tema. Dos olhos, à boca, o peito, o rabo, mais magra, mais roliça. Há gostos para tudo. Mas, no fundo, aquilo que todos procuram é alguém que consiga ser uma boa companhia. Alguém com quem se pode conversar, partilhar alegrias e tristezas. E, claro, a beleza é essencial mas, como se sabe, há para todos os gostos.

Não existe uma hora específica para fazer sexo e todas as horas são boas para levar a cabo a união. Cada casal deve encontrar o seu ritmo.

Essa beleza é algo que não se consegue com um qualquer artigo de cosmética. Vamos colocar as coisas em perspetiva. Imaginem, no grupo de mulheres que conhecem, aquela que "nunca", "jamais" iriam querer ao vosso lado, na cama. Pois é, todos conseguem identificar pelo menos uma.

 

Agora, imaginem que todas as outras não existem! Tirando o facto de ser assustador, pensem lá melhor. Ficariam sozinhos ou iriam abraçar a oportunidade que a vida lhe está a dar?

 

É muito fácil, para quem tem sido "bocejado" pela sorte, dizer que esta ou aquela mulher será indigna da sua companhia. Mas, não estaremos todos a responder aos preconceitos sociais definidos como padrão de beleza?

 

Uma coisa posso assegurar: aquilo que é tipicamente definido pelo mundo da moda está longe do ideal de beleza de um homem como eu. Todos apreciam o conceito social de beleza, as bonequinhas. Mas, lembrem-se, que isso é apenas o pacote. Mesmo as bonequinhas têm defeitos, e os defeitos interiores são os piores de todos.

 

Para as mulheres, o melhor conselho que um homem pode dar é manterem-se lindas, sentirem-se bem com o vosso corpo e personalidade porque, a questão da gordura é, acima de tudo, uma preocupação com a saúde. Uma mulher feita à imagem dos estereótipos de passerelle, sem formas, com os ossos salientes, não é beleza. Principalmente quando ficam assim com prejuízo da própria saúde. E o inverso também é verdade. Há pessoas com predominância nos genes para engordar e que, qualquer descuido na alimentação faz mexer o ponteiro da balança.

 

Depois, há aquelas que por mais desgraças, mantêm a linha (não propriamente saudáveis porque há doenças, como o colesterol que atacam mesmo pessoas "magras"). Um homem, gosta de uma mulher que o faça sentir bem em qualquer circunstância. Numa conversa, num passeio ou o faça vibrar com um simples toque ou olhar!

 

Por isso, as mulheres (os homens também, já agora) devem manter-se em forma. E, principalmente a partir dos 30 anos, praticar exercício de forma regular e adoptar alguns cuidados com alimentação. Mesmo quando têm a vida amorosa "resolvida", é preciso manter as coisas interessantes. E é aqui que, talvez, a grande maioria cometa os erros que contribuem para ficar sozinha(o)s.

 

Nunca devem dar a conquista por adquirida, nem que passem 50 anos de casamento. O desleixe talvez seja uma das principais razões para a separações.

 

O papel do sexo

Deixei o sexo para o fim por razões óbvias. Ao mesmo tempo que não é o mais importante numa relação, tem um papel preponderante na sua manutenção. Todos temos desejos mais ou menos intensos, e mesmo aquelas e aqueles que praticam pouco, quando fazem, gostam a sério!

 

Por isso, é preciso dar atenção ao tema e não descuidar. Nos dias de hoje o casal encontra-se em casa ao fim do dia, cansados e sem grande energia. E esse ritmo acaba por dominar a relação. O ideal será conversarem sobre isso, preocuparem-se um com o outro, e encontrarem um equilíbrio para os dois.

 

Não existe uma hora específica para fazer sexo e todas as horas são boas para levar a cabo a união. Cada casal deve encontrar o seu ritmo e, sem o colocar como medida de sucesso, dar importância ao tema. Porque, lembrem-se, tal como os homens, as mulheres também gostam e sentem-se recusadas quando lhes negamos prazer!

 

E não pensem que com a idade as mulheres ficam com menos vontade.

 

 

4 comentários

Comentar post